Vale a pena fazer uma Landing Page?

Ao mergulhar no mundo do marketing digital, provavelmente vai encontrar todo um novo vocabulário e conjunto de conceitos. Se ainda não os conhece profundamente, é possível que tenha dúvidas sobre como as Landing Pages podem encaixar-se numa estratégia de marketing digital. O desenvolvimento de uma Landing Page parece uma tarefa simples, e pode ser, mas é de importância vital para levar à conversão.

O que é uma Landing Page?

Landing Page é qualquer página da web que um utilizador pode visitar, mas no reino do marketing, normalmente é uma página autónoma, distinta da sua página inicial ou qualquer outra página, que serve um único e focado propósito. A Landing Page permite que faça um anúncio, algum tipo de oferta especial, peça informação ou faça um acordo em troca do fornecimento de informações de contacto.

Normalmente oferecem itens como um eBook, teste gratuito ou o registo num webinar, em troca das informações de contacto. Uma boa Landing Page irá fazer o seu trabalho ao convencer um cliente potencial que vale a pena fornecer detalhes pessoais em troca do que você tem para oferecer. As Landing Pages podem ser encontradas através de uma pesquisa geral ou via website da empresa, aumentando a probabilidade de que um potencial cliente a visite.

Não há necessidade de ter apenas uma Landing Page, ou mesmo apenas uma Landing page de cada vez. De fato, especialistas em marketing sugerem que uma empresa mantenha várias Landing Pages direccionadas para diferentes segmentos do público-alvo.

Por que usar Landing Pages?

Sem dúvida que é um grande trabalho a construção de uma marca e de um website que a represente. Agora, é preciso ter a certeza de que todo esse trabalho duro traduzir-se-á em vendas. Mas, se há uma ferramenta de conversão eficaz, as Landing Pages são, definitivamente, o caminho a percorrer.

A Landing Page é uma óptima maneira de direccionar o tráfego, melhorar o SEO e construir uma marca. Aproximadamente 68% das empresas B2B usam Landing Pages para gerar leads para futura conversão. As Landing Pages devem levar os clientes a um produto, serviço ou oferta específica e incentivá-los a agir. Esta é uma oportunidade de criar conversões e construir uma base de clientes.

Se as Landing Pages são tão importantes, porque nem todas as empresas as usam? Há um equívoco de que a sua criação e manutenção são difíceis. Isso felizmente não é verdade.

O que faz uma boa Landing Page?

Em primeiro lugar, a home page não deve ser a Landing Page. É preciso enviar potenciais clientes para uma página que vai deixá-los tirar proveito de uma qualquer oferta especial que você lhes prometeu. Uma vez que eles estão ligados a algo específico, as suas Landing Pages têm melhores hipóteses de capturar a atenção por um longo período de tempo.

Boas Landing Pages devem ter as seguintes funções:

  1. As Landing Pages informam sobre a oferta, não sobre a empresa. Os futuros clientes estão clicando por uma razão, e engana-los não vai formar uma boa primeira impressão. Agora não é o momento de um histórico detalhado da empresa. Isso não quer dizer que a Landing Page não deve estar vinculada à empresa, mas ela deve servir a uma função separada, funcionando como uma extensão da marca.
  2. As Landing Pages devem manter o foco e deixar os usuários livres de distracções. O conteúdo da Landing Page deve ter o objectivo final de entregar ao utilizador o que ele quer, culminando no seu registo.
  3. Os formulários não devem ser intimidadores. Formulários longos podem assustar os visitantes. Se não possível encurtar a sua forma, dividir o formulário em etapas e permitir que os utilizadores vejam exactamente onde eles estão no processo pode ser uma boa solução.
  4. As Landing Pages falam para um público específico. Segmentar a base de clientes ajuda a atingir os consumidores através de campanhas personalizadas. Se uma empresa tem uma base que é atraída por uma oferta particular, tal como um eBook ou desconto, a sua Landing Page pode servir como um dispositivo de segmentação, o que permite cultivar estas ligações efectivamente daí para frente.
  5. As Landing Pages recolhem informações específicas sobre clientes potenciais. A recolha de dados demográficos deve incluir mais do que simplesmente um nome e endereço de email. A Landing Page deve dar alguma ideia de por que uma pessoa clicou e qual a relação a longo prazo que se pode estabelecer com este utilizador.
  6. As Landing Pages servem para promover ofertas especiais. A menos que estejam vinculadas às Landing Pages, as ofertas especiais online nada vão fazer para beneficiar um negócio. A criação de uma Landing Page fornece um local específico para as ofertas.
  7. A Landing Pages deve conter sempre um agradecimento. Não só é educado, mas garante aos consumidores que eles concluíram o processo de registo.
  8. As Landing Pages permitem aos utilizadores o acesso a outros canais de marketing. Se um utilizador gosta daquilo que foi oferecido, pode ser um bom momento de fornecer links para outras ofertas, perfis de redes sociais ou uma lista de email para subscrição.

Não há dúvida de que estamos a viver num mundo conectado digitalmente. Por isso, uma boa campanha de marketing digital pode facilmente ser um dos melhores investimentos para qualquer negócio. Incluir Landing Pages numa estratégia de marketing digital é, sem dúvida, uma jogada inteligente, gerando benefícios para a empresa e os seus clientes.

FONTE: http://www.wsiworld.com/blog/id/2906/the-importance-of-landing-pages

Tags: ,

Carlos Venancio

Aproveito este espaço para partilhar o meu conhecimento e opinião sobre as mais diversas áreas do marketing digital, vendas e estratégia empresarial. Obrigado por visitar o Blog e ler os meus artigos.

OUR CORPORATE PARTNERS

partners
Ligue:
+351 939 155 089